jesus-16
jesus-14
jesus-15
jesus-13
jesus-12
jesus-11
jesus-10
jesus-6
jesus-9
jesus-7
jesus-8
jesus-5
jesus-3
jesus-2
jesus-1
jesus-4

E Jesus clamou, e disse: Quem crê em mim, crê, não em mim, mas naquele que me enviou.

 

E quem me vê a mim, vê aquele que me enviou.

 

Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.

 

E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.

 

Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

 

Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar.

E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem dito.


João 12:44-50

[...]"Jesus não foi um filósofo e nem poderá ser classificado entre os valores propriamente humanos, tendo-se em conta os valores divinos de sua hierarquia espiritual, na direção das coletividades terrícolas.


Enviado de Deus, Ele foi a representação do Pai junto do rebanho de filhos transviados do seu amor e da sua sabedoria, cuja tutela lhe foi confiada nas ordenações sagradas da vida no Infinito.


Diretor angélico do orbe, seu coração não desdenhou a permanência direta entre os tutelados míseros e ignorantes" [...]

Trecho da resposta 283 de "O Consolador", Francisco Cândido Xavier pelo Espírito de Emmanuel

    "Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor" ...

       Nosso Abrigo além de funcionar como Instituição de Longa Permanência para Idosas (ILPI),  também realiza as atividades de centro espírita, estudando, praticando e divulgando a doutrina espírita reunida por Allan Kardec.

O Espiritismo vem, no tempo assinalado, cumprir a promessa do Cristo: o Espírito da Verdade preside ao seu estabelecimento. Ele chama os homens à observância da lei; ensina todas as coisas, fazendo compreender o que o Cristo só disse em parábolas.

 “Amemo-nos uns aos outros e façamos aos outros o que quereríamos que nos fosse feito”. Toda a religião, toda a moral, se encerram nestes dois preceitos. Se eles fossem seguidos no mundo, todos seriam perfeitos. Não haveria ódios, nem ressentimentos.